Mudar do Android para o iPhone? Antes você precisa saber disso!

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:

Dar adeus ao seu tradicional Android e saudar o tão desejado iPhone pode parecer uma jornada emocionante, mas cuidado viajante digital, pois há desafios à vista! Trocar de território entre o sistema Android e o iOS é como entrar em um novo mundo, cheio de maravilhas, mas também com algumas ciladas. 

Android X iPhone - Temos um vencedor? 

Os iPhones, há muito tempo, são ícones da excelência tecnológica. Com design elegante, câmeras de alta qualidade e integração perfeita entre hardware e software, os iPhones oferecem uma experiência premium aos usuários. 

Além disso, a segurança robusta, a vasta gama de aplicativos de alta qualidade na App Store e as atualizações regulares do sistema são apenas alguns dos atrativos. Outro ponto positivo é a sincronização perfeita com outros dispositivos Apple, que torna a jornada digital dos usuários mais fluida e eficiente. 

Mas, mesmo com a interface intuitiva e as câmeras poderosas dos iPhones, os órfãos do Android podem sentir falta das mordomias que deixaram para trás. Afinal, quem diria que customização, tela dividida e as peripécias da Siri seriam temas de saudades? 

Então, deixe-me te contar algumas coisinhas que podem fazer qualquer novo usuário dos smartphones da Apple soltar um suspiro de saudade do Android. 

Mas, calma! Não estamos fazendo propaganda pro Android nem contra o iPhone! Estamos apenas ressaltando as diferenças entre eles e mostrando que as dores de cabeça dos novatos são tão reais quanto a emoção de uma nova aventura digital! 

Bora lá?!

Ah, e se você quiser ajuda para avaliar se o seu celular é bom para navegar em ultravelocidade, dá uma olhadinha nesse texto aqui!

Coisas que irritam novos usuários de iPhone

App Store é o Caminho:

  • Adeus, aplicativos diversos! No sistema iOS, a App Store é o único mercado de aplicativos da cidade. Nada de baixar apps fora da loja oficial.

Limitador? Sim. Mais seguro? Talvez. Mas quem não gosta de viver perigosamente?

Siri, A Assistente em Treinamento:

  • Siri é tipo aquela estagiária que ainda está aprendendo as manhas. Comparada com a inteligência artificial do Android, ela é como um GPS que te leva para lugares inusitados. Ainda assim, ela faz o básico, tipo encontrar a melhor pizza da cidade.

Teclado na Linha do 123:

  • A saga do teclado no iPhone é como um quebra-cabeça. A função numérica está lá, mas esconde-se, fazendo uma espécie de jogo do "onde está Wally?" para encontrar os números. Vírgulas e pontos também decidiram tirar férias da parte alfabética, pedindo um passe para o "123". Ah, e a área de transferência? Parece que ela tirou folga no iPhone, só aparecendo com apps de teclado de terceiros. Alô, 1995, estamos de volta!

A Tela que Não se Divide:

  • Quem diria que dividir a tela seria tão revolucionário? Android faz isso como um chef gourmet, permitindo que você use dois aplicativos de uma vez. No iPhone, é como se a tela dissesse: "ou ele, ou eu". Uma história de amor complicada.

Customização em Modo Economia:

  • Se você adora personalizar, o iPhone pode ser um banquete de opções limitadas. Adeus, toques exclusivos e interfaces estilosas. Ou você baixa um app específico ou se aventura no iTunes para customizar. No Android, é só soltar a criatividade.

Conector Lightning, o Exclusivão:

  • O cabo de dados do iPhone, o Lightning, é meio como uma celebridade inatingível. Caro, exclusivo e não quer saber de compatibilidade com outros dispositivos. O USB-C era tão democrático, não é mesmo?
  • Pelo menos, em relação a isto, parece que a marca da maçã já está cedendo? Não tá sabendo? Então leia o nosso texto sobre a adoção dos cabos USB-C pela Apple!

Então, caro ex-Android, respira fundo e abraça o mundo do iPhone! 

A jornada pode ser estranha no início, mas quem sabe você não se apaixona por esse ecossistema da maçã? 

Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais:
Suporte Técnico
Iniciar conversa
Contratar
Olá 👋 Quer CONTRATAR seu plano de internet FIBRA ÓTICA? Fale comigo!